BookPartners recompra lojas da Thomson Reuters

BookPartners recompra lojas da Thomson Reuters sem bordaA BookPartners, empresa distribuidora de livros, está fortalecendo seu negócio de varejo que, até então, contava com apenas uma livraria focada em literatura e obras gerais. Para isso, o grupo recomprou 12 lojas que havia vendido para o grupo de mídia Thomson Reuters em 2010. Na época, a negociação envolveu a venda da editora Revista dos Tribunais, especializada no segmento jurídico, e um total de 42 livrarias que comercializavam exclusivamente obras na área do direito.

O segmento de varejo da BookPartners receberá neste ano a sua maior injeção de investimento, um total de R$ 15 milhões. Esses recursos foram usados para aquisição das 12 livrarias localizadas em São Paulo, Rio de Janeiro, Florianópolis, Maceió e Recife e também para abertura de outras 10 lojas no decorrer deste ano, que vão operar com a bandeira Cia. dos Livros. “Nosso objetivo não é concorrer com grandes redes como Fnac, Saraiva e Cultura. Já temos mapeados 12 shoppings na Grande São Paulo que ainda não têm livrarias, principalmente, voltadas para as classes C e D. Esse é nosso público”, disse Carlos Henrique de Carvalho Filho, presidente da BookPartners e que por 20 anos comandou a editora Revista dos Tribunais, fundada por seu pai em 1955.

A BookPartners foi criada em 2012, após Carvalho Filho vender a editora e as livrarias para a Thomson Reuters, cujo valor da transação não foi divulgado. O grupo de mídia está se desfazendo aos poucos dos imóveis. Dos 42 pontos adquiridos, restam cerca de 15 que estão sendo negociados para venda. “A empresa vem colocando em prática uma série de iniciativas de eficiência e escala (…) e reorientando algumas de nossas operações menores para torná-las mais rentáveis”, informou Marcelo Madalozzo, diretor-geral de Legal, unidade de negócios da Thomson Reuters no Brasil, por meio de nota.

No ano passado, a receita bruta da BookPartners somou US$ 40 milhões, aumento de 14% sobre 2012. Praticamente todo o faturamento foi proveniente do negócio de distribuição de livros técnicos e profissionais. O grupo é dono de duas distribuidoras: a Vértice, que trabalha com títulos acadêmicos e distribuídos em faculdades, bibliotecas e tribunais, e a Empório do Livro que atua com revenda de títulos de literatura para livrarias do mercado.

Em algumas praças como Florianópolis, Recife, Maceió e as fluminenses Niterói e Campos Goytacazes, onde a BookPartners têm mais de uma livraria, haverá lojas de obras gerais. “Nessas cidades, há livrarias próximas ou até mesmo dentro de tribunais, na OAB [Ordem dos Advogados do Brasil]. Vamos mantê-las e abrir outras com títulos de literatura”, afirmou o presidente da BookPartners.

A Invistia Fusões e Aquisições foi a assessoria financeira exclusiva da BookPartners neste processo.
Fonte: Valor Econômico | Por Beth Koike

Blog Attachment
  • bookpartners-recompra-lojas-da-thomson-reuters-sem-borda
  • bookpartners-por
  • book

Artigos Relacionados