Preparando-se para a Diligencia Due Diligence

Preparandose para a Diligencia Due Diligence sem bordaA diligência (ou “due diligence” em inglês) em uma operação de venda ou aquisição tem como principal objetivo medir riscos efetivos e estimar riscos potenciais. Trata-se de uma averiguação concreta a respeito do estado da empresa, e que busca confirmar premissas adotadas durante uma prévia etapa de negociação. É um aspecto de suma importância para a parte compradora ou investidora para ratificar o potencial do negócio; por outro lado, a parte vendedora ao demonstrar lisura e organização neste processo ganha pontos para concretizar a negociação. Desta forma, a diligência possui papel crucial na determinação das condições da operação.

Uma diligência abrange uma série de aspectos da empresa:

• Corporativo e Societário
• Contábil e Financeiro
• Tributário e Fiscal
• Trabalhista e Previdenciário
• Cível
• Imobiliário
• Contratos
• Propriedade Intelectual e Certidões

São solicitados documentos, certidões, comprovantes e relatórios cujas informações são auditadas e comparadas entre si.

Toda empresa com intenção de venda ou investimento deve previamente se preparar para a diligência, pois a mesma pode impedir a continuidade da negociação ou mesmo reduzir o valor negociado.

É importante ser transparente e coerente. Por exemplo, não se deve omitir que a empresa possui dívidas de tributos, melhor informar que os mesmos existem e que os administradores têm ciência dos valores e quais as ações em curso para quitação destes.

Outro motivo para a organização prévia e gradual para a diligência é o volume de trabalho interno requerido. Normalmente, a auditoria solicita os documentos e questiona diversos aspectos em um curto espaço de tempo, o que pode sobrecarregar os funcionários que já conduzem a rotina diária. Além disso, a presença dos auditores frequentemente levanta desconfiança sobre alguma futura mudança causando boatos e desconforto. A adoção de um “Virtual Data Room” deve ser considerada, pois além de outros benefícios, pode ser uma ótima solução para minimizar reuniões presenciais.

Assim sendo, o processo de venda de uma empresa deve iniciar-se por uma organização interna, verificando-se documentos e relatórios relevantes já disponíveis e providenciando-se os faltantes para que a diligência deixe de ser apenas um “processo de fiscalização”, e passe a ser também um bom argumento de venda!

Blog Attachment
  • preparandose-para-a-diligencia-due-diligence-sem-borda
  • diligence

Artigos Relacionados